Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

OS PRÓS E CONTRA DO PETRÓLEO BARATO

Mäyjo, 02.10.15

petroleo_SAPO

Pela primeira vez desde 2009, o petróleo desceu para menos de $50 (€42,6), por vários motivos. Mas o que, à partida, parece uma excelente notícia, não o será para a comunidade pelo activismo ambiental. Mas já lá vamos.

Uma das razões desta descida drástica do preço do petróleo deve-se ao aumento da oferta: Estados Unidos e Canadá estão a abrir a terra à procura de xisto betuminoso e os conflitos em alguns países produtores de petróleo acalmaram. Assim, os combustíveis estão mais baratos, as companhias aéreas fazem algum dinheiro e, nos Estados Unidos, os SUV estão de volta.

No entanto, nem tudo são boas notícias. Veja os prós e contras do petróleo barato.

 

MÁS NOTÍCIAS

Mais carros na estrada

Com os combustíveis tão baratos, cada vez mais pessoas estão a tirar os carros da garagem e conduzir. Dos €11 milhões (R$ 34 milhões) que os norte-americanos pouparam em combustível em Novembro e Dezembro, €4,2 milhões (R$ 13,1 milhões) foram reinvestidos em comprar mais combustível, de acordo com a Customer Growth Partners.

Mais petróleo queimado a longo prazo

As empresas preocupadas com o lucro a curto prazo irão comprar veículos e maquinaria convencionais, que dependem de petróleo. Também os políticos podem ser seduzidos a aprovar mais projectos e infra-estruturas como estradas, pipelines ou megaprojectos rodoviários.

Mau ano para as energias limpas

Com o petróleo tão barato, o investimento em energias limpas tem um concorrente de peso e, assim, poderá reunir menos investimento do que faria em condições iguais a 2014. Todas as soluções de energias renováveis desenvolvidas nos últimos anos podem, por mais uns anos, ficar na gaveta.

Mais acidentes rodoviários

Segundo a Federal Highway Administration norte-americana, as pessoas conduzem mais quando os combustíveis estão mais baratos, por isso deveremos esperar mais acidentes de viação em todo o mundo.

Mundiais de futebol em perigo?

Esta é só para quem gosta do desporto-rei. Rússia e Qatar, dois dos maiores produtores de petróleo do mundo, são os próximos organizadores do Mundial de futebol. Grande parte das suas receitas dependem do petróleo – será que o dinheiro para construir estádios e infra-estruturas irá faltar?

 

BOAS NOTÍCIAS

Formas poucos comuns de extracção de petróleo podem decair

Com o petróleo tão barato, os norte-americanos podem fazer uma pausa da pesquisa e extracção de petróleo de formas pouco comuns mas, simultaneamente, muito insustentáveis.

Outros sectores da indústria dos combustíveis fósseis ficam sem margem

Com o preço do petróleo tão baixo, projectos polémicos como o norte-americano Keystone XL deixam de fazer sentido financeiramente.

Taxa do carbono

Quando se fala em taxas de carbono, a primeira reacção dos consumidores questiona o que acontecerá ao preço dos combustíveis com tal opção. Como os preços estão tão baixos, poderá haver uma janela de oportunidade para lançar esta ideia na opinião pública.

Mais dinheiro disponível para as pessoas

É a principal boa notícia: o facto de os combustíveis estarem tão baratos pode dar um alívio financeiro a milhões e milhões de famílias em todo o mundo.

Movimento climático ganha tempo

O petróleo barato vai acalmar a procura por novas formas insustentáveis de extracção de petróleo, o que dá tempo ao movimento e activistas climáticos para trabalhar e tentar convencer políticos e governantes da importância das energias e infraestruturas renováveis.

Foto: shannonpatrick17 / Creative Commons